Instituto Brasileiro de Florestas


 IBF_floresta_aldautomotive_brasil1

A semente do Instituto Brasileiro de Florestas foi plantada por Juan Martinez Garcia (1917 – 1953) e Edith Aquino Garcia (1927), imigrantes espanhóis que, em 1948, foram viver na Fazenda Granada, na cidade Herculândia – SP e ali iniciaram a produção e o cultivo de plantas ornamentais nativas da Mata Atlântica. O filho Higino Aquino (1949-1996) continuou na atividade paterna, envolvendo sua esposa, Luzia Aquino, e os filhos Solano, Wiliam e Higino Jr, tranferindo-se de Herculândia para a cidade de Apucarana – PR. Higino teve sua vida dedicada à couroplastia (pintura e relevo em couro) e à proteção da natureza. Entre suas principais obras está a recuperação de uma área degradada, onde funcionava uma extração de cascalho, trabalho que começou em 1989. Inicialmente, foram plantadas espécies pioneiras e mucuna (planta rasteira leguminosa) e o enriquecimento foi realizado aos poucos.

Em 1994, Solano Martins Aquino, atual presidente do IBF, inicia uma campanha de plantio de espécies ameaçadas em garrafas pet, a “Campanha Bromélia Esperança”. O resultado foi a assustadora arrecadação de mais de 10 mil garrafas, nas quais Solano e seus irmãos Wiliam e Higino, fundadores e diretores do IBF plantaram mudas que foram doadas para a população com o intuito de promover a conscientização.

A proteção ambiental e o empreendedorismo social são marcas registradas da família. Em 2006, os irmãos Aquino, após diversas viagens de pesquisas e estudos pelos biomas do Brasil e países da América Latina, decidiram formalizar e potencializar as ações promovidas, criando o IBF – Instituto Brasileiro de Florestas, por meio do apoio exclusivo de empresas privadas e dos recursos provenientes da venda de mudas nativas.

Atualmente, o IBF possui base operacional em Apucarana, cidade que tem o maior número de nascentes do estado do Paraná. O escritório administrativo de Londrina abriga uma equipe multidisciplinar que executa atividades de gestão de projetos, assessoria, treinamento, capacitação, gestão socioambiental, comunicação socioambiental, gestão de projetos de restauração florestal, sequestro de carbono com o plantio de árvores e monitoramento de florestas em parceria com pessoas físicas e empresas privadas.

Desde sua fundação, o IBF se especializou em encontrar soluções inovadoras para o desenvolvimento de projetos socioambientais. O histórico da instituição registra grandes projetos e estudos desenvolvidos, voltados à conservação dos recursos naturais, principalmente de plantio de árvores nativas para a restauração florestal de áreas de preservação permanente (APP), atrelado  a programas de geração de emprego e renda, além da capacidade de mobilizar e capacitar gestores externos, dependendo da ação planejada.

Assim, o IBF constituiu, durante estes anos, um modelo novo de ação socioambiental, sendo que, para cada projeto, é possível tornar-se parceiro isoladamente ou desenvolvendo ações de forma mais estruturada e coordenada, contando com a gestão participativa da comunidade.

Mais informações: http://www.ibflorestas.org.br